20140731

"Turok": Um Classico Dos Quadrinho Ainda Resistente A Sua Extinção


Muitos nerds, geeks e interessados pelas mídias relacionadas conhecem o titulo "Turok" pela série de jogos de video game referentes ao seu personagem principal denominado como mesmo.
O primeiro jogo, intitulado "Turok: Dinosaur Hunter", foi lançado em 1997 para Nintendo 64 e trouxe uma perspectiva interessante, ja que podemos ver um indio norte amercino usando suas skills de caçador, com armas modernas, contra vários dinossauros e outros animais de periculosidade assaz similares. Depois de muitas sequencias para consoles variados e PC, jogo teve uma espécie de reboot, intitulado apenas como "Turok", em 2008 para PlayStation 3, PC e Xbox 360.


Mas esse não é exatamente o ponto para falarmos sobre "Turok" aqui!

Na verdade, o que muita gente não sabe, e o que vamos explorar aqui, é que o titulo saiu originalmente de um série de HQs muito antiga, e que continua a sobreviver ao longo anos no maravilhoso mundo / mercado dos quadrinhos.

A primeira aparição do personagem na mídia pop foi precisamente, na revista "Four Color Comics #596", nos EUA, entre Outubro e Novembro de 1954. Para galera tupiniquim, o titulo deu as caras na "antiga Ilha de Vera Cruz" nos anos 60 pela editora "O Cruzeiro", e nos anos 70 pela "EBAL" (Editora Brasil - America).


Originalmente o quadrinho foi publicado e licenciado nos EUA através de uma parceria entre as empresas "Western Publishing" e a "Dell Production", com ilustração de Rex Maxon e "co-roteirização" dos escritores  Mateus H. Murphy, Gaylord Du Bois e Paul S. Newman, o que alias entre os fãs mais fervorosos e especializados em quadrinhos do tipo causa uma grande discussão quando o assunto em pauta é quem era "o cara" responsável por trás dos melhores contos do quadrinho nesta época.

A historia desta fase do titulo gira em torno dos irmãos Turok e Andar (que no Brasil foi chamado de Ankar), dois caçadores nativo norte-americanos (indígenas) muito habilidosos que viviam em uma especie de " Elo Perdido" habitado por todo o tipo de criatura pre-histórica. O enredo das historias dos dois personagens é levado em suas tentarivas de sair do vale, em busca de um lugar melhor para viver, enquanto acabam eventualmente confrontando-se com outras tribos e bizarrices que vivem no mesmo habitat que eles.


Pois bem! Depois que o titulo teve alguns contos publicados pela "Western Publishing" na revista "Four Color" (#596 e #656), o personagem ganhou uma revista própria que durou 27 edições, de 1956 à 1962, com a Dell Comics como responsável pela produção. Apos esse período, a revista foi produzida pela "Gold Key Comics" de 1962 à 1980, e depois disso pela "Whitman Comics" que ficou responsável pela HQ até 1982, quando ela parou de ser publicada pela Western Publishing, e totalizando 130 edições com o carimbo da empresa.


Em 1993, o titulo foi revitalizado pela "Valiant Comics", que deu o novo nome para revista de "Turok: Dinosaur Hunter" e deu uma bela modificada na viagem do quadrinho.
 
Na historia, Turok e Andar ainda vivem no vale. So que agora, o lugar é uma espécie de anomalia cósmica à la a ilha de "Lost", O Triangulo das bermudas ou qualquer lugar desse tipo, e o cenario da HQ tambem foi todo ambientado em pleno século XXI. Quando tudo não parecia poder fica mais esquisito no quadrinho,  a Valiant me vem e faz um crossover com a editora Unity, botando o coitado do Turok para se aliar com outros herois nada a ver como ele para enfrentar uma espécie de divindade, e suposta dona do lugar onde ele vive, conhecida como "Deusa-Mãe", que usa os dinosauros do vale aumentando sua inteligencia para que eles possam se tornar em servos / capangas uteis a sua causa, que é dominar aquela "realidade". Quando essa maluca é derrotada, Turok acaba indo para em uma selva colombiana junto com alguns desses dinossauros inteligente. La, ele se vê no dever de caçar todos esses "dinossauros malandritos" e livrar o mundo de uma vez por toda dessa ameaça pré-histórica.
Até o cancelamento da revista, a Valiant Comics publicou 53 edições do titulo "Turok", sendo suas sagas dividadas na editora como: "Turok: Dinosaur Hunter" (#0-47), "Original Turok, Son of Stone" (#1 & 2), "Turok Dinosaur Hunter Yearbook" (1994), e "Turok: the Hunted" (#1 & 2 - 1996).


Em 1998, Uma nova série Turok foi publicado pela "Acclaim Comics". No universo Acclaim, "Turok" é um titulo que significa "son of stone" (o filho da rocha).  O "Turok" é o protetor das barreiras entre esta dimensões. Mais especificamente de um lugar chamado "The Lost Lands" (As terras Perdidas), um lugar que fica no centro entre todas as realidades e onde criaturas e coisas de todo o tempo e espaço acabam indo parar aleatoriamente. Nesta fase do titulo, Joshua Fireseed, o mais recente "Turok", deve viajar entre universos alternativos parar eliminar os que tentam conquistar as terras perdidas e, assim, todo o Multiverso. Esta série é notável por inspirar a série do jogo de vídeo do mesmo nome para consoles e PCs produzidos pela Acclaim.


Em Outubro de 2010, a "Dark Horse Comics" lançou mais uma série com o nome "Turok: Son of Stone", com a Classic Media (que depois foi comprada e até esta data se chama "DreamWorks Classics") responavel pela produção da HQ. O título foi feito por Jim Shooter e ilustrado pelo brazuca Eduardo Francisco. O foco da série foi criar um revival da fase "Gold Key Comics" do personagem, mas infelizmente a revista não foi muito longe na publicações por "comercialmente não alcançar as expectativas da empresa". Ou seja, não vendeu muito!


A ultima editoria a "investir no titulo" foi a "Dynamite Entertainment" em Outubro de 2013, anunciando planos para uma nova série de quadrinhos intitulada (mais uma vez tambem) "Turok:. Dinosaur Hunter", e tambem baseada na fase "Gold Key Comics", como parte de um acordo com a "DreamWorks Classics", para que a empresa pudesse licenciar e produzir a nova empreitada do titulo. A primeira edição começou a ser publicado nos EUA em 5 de fevereiro de 2014.


Para todos fãs e interessados por HQs, este que vos escreve super indica que procurem ler algumas coisas referentes a esse titulo ( de preferencia as da "era de ouro" do titulo), pois este deveras é um dos poucos quadrinhos no mesmo calibre de HQs clássicas como "Zagor", "Martin Mistery" e afins, que consegue sobreviver ao longo dos tempos usando sua formula original, mesmo sempre sendo tecnicamente modernizado de alguma forma.

Infelizmente é dificil conseguir algumas coisas mais recentes em português de "Turok", por não ter sido lançado oficialmente. Mas acredito que se a pessoa que procurar, realmente curtir a base da trama, vai se sentir realmente satisfeito a ponto de perder algumas horas fuçando na internet fontes de leitura deste conteudo.
Logo, a quem se sentiu tentado a ler, não perca tempo e vá caçar algo dessa HQ jurássica o quanto antes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário